SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue3Spatial modeling of dengue and socio-environmental indicators in the city of Rio de Janeiro, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

ANTONIO, Eloiza Gonçalves et al. Leishmaniose visceral canina na Terra Indígena Krenak, Resplendor, Minas Gerais, Brasil, 2007. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.3, pp. 603-607. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000300020.

Foi realizado um estudo seccional para detectar, na população canina, a presença de parasitos do gênero Leishmania e a espécie circulante, a proporção de cães assintomáticos, investigando concomitantemente a existência de associações entre a infecção canina e as variáveis: sexo, idade e tipo de pelo dos cães. Para o estudo seccional, foi realizado um inquérito censitário, que avaliou 63 cães. Todos passaram por uma avaliação clínica para verificar a presença de sintomas característicos da infecção; amostras de soro foram coletadas para os testes sorológicos (ELISA, RIFI). Os cães positivos retirados pelo serviço de saúde foram necropsiados, e o material, analisado pelas técnicas de diagnóstico molecular. O estudo seccional realizado detectou uma prevalência de 46%, sendo a espécie circulante a Leishmania (L.) chagasi. A análise estatística não detectou nenhuma associação entre infecção e as variáveis investigadas. Este estudo possibilitou a geração de dados sobre a situação epidemiológica da infecção canina na área, o que antes era desconhecido.

Keywords : Leishmaniose Visceral; Cães; Índios Sul-Americanos.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English