SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue7Cervical cancer screening coverage and associated factors in a city in southern Brazil: a population-based studyTrends in mortality rates from non-Hodgkin lymphoma in Southeast Brazil, 1980-2007 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

KANSO, Solange; ROMERO, Dalia Elena; LEITE, Iúri da Costa  and  MORAES, Edgar Nunes de. Diferenciais geográficos, socioeconômicos e demográficos da qualidade da informação da causa básica de morte dos idosos no Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.7, pp. 1323-1339. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000700008.

Identificaram-se diferenciais geográficos e socioeconômicos do padrão de qualidade da informação sobre a causa básica de morte dos idosos no Brasil. Utilizaram-se três indicadores de qualidade: proporção de causas mal definidas; proporção de causas inespecíficas; e a combinação de ambas. Analisaram-se as principais causas mal definidas e inespecíficas e a associação destes indicadores com características individuais constantes na Declaração de Óbito (DO) e contextuais dos municípios. A proporção de causas inespecíficas é maior do que a de mal definidas e ambas aumentam com a idade. Escolaridade, cor/raça, porte do município e PIB per capita mostraram-se associados com a qualidade da informação, mas de forma mais intensa com as causas mal definidas do que com as inespecíficas. Ter recebido assistência médica diminui a chance de o óbito do idoso ser registrado como causas mal definidas e aumenta a de inespecíficas. Programas voltados para a melhoria da qualidade da informação da DO devem focar não apenas as causas de morte mal definidas entre os idosos, mas também as inespecíficas.

Keywords : Declaração de Óbito; Causa Básica de Morte; Idoso.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese