SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue7Geographic, demographic, and socioeconomic differences in quality of data on cause of death in Brazilian eldersBirth in Baby-Friendly Hospitals in Rio de Janeiro, Brazil: a protective factor for breastfeeding? author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

LUZ, Laércio Lima  and  MATTOS, Inês Echenique. Tendência das taxas de mortalidade por linfoma não-Hodgkin na Região Sudeste do Brasil, 1980-2007. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.7, pp. 1340-1348. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000700009.

A mortalidade por linfoma não-Hodgkin vem diminuindo em vários países, porém, para o Brasil, as estimativas apontam crescimento em ambos os sexos. O objetivo deste estudo foi analisar a tendência da mortalidade por linfoma não-Hodgkin em indivíduos com 20 ou mais anos, nas capitais da Região Sudeste, entre 1980 e 2007. Utilizou-se como fonte de dados o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e o Departamento de Informática do SUS (DATASUS). A tendência das taxas de mortalidade por linfoma não Hodgkin por faixas etárias foi analisada por meio de modelos de regressão polinomial. Foi observada tendência linear de incremento estatisticamente significativa em Belo Horizonte (Minas Gerais) e São Paulo para faixa etária de 60 ou mais anos. Ao analisar de forma separada os períodos 1980-1995 e 1996-2007, só se observou tendência de incremento estatisticamente significativa no período inicial. Os resultados sugerem que o incremento observado entre 1980-2007 poderia ser resultante do crescimento das taxas de mortalidade entre 1980-1995, já que, no último período, não foram observadas tendências estatisticamente significativas nessas cidades.

Keywords : Linfoma Não-Hodgkin; Mortalidade; Incidência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese