SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue7Trends in mortality rates from non-Hodgkin lymphoma in Southeast Brazil, 1980-2007Politics and inter-medicality in the Upper Xingu: from model to practice in indigenous health care author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

SAMPAIO, Paula Florence et al. Nascer em Hospital Amigo da Criança no Rio de Janeiro, Brasil: um fator de proteção ao aleitamento materno?. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.7, pp. 1349-1361. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000700010.

Este artigo pretende avaliar o papel da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) na duração do aleitamento materno exclusivo (AME). Trata-se de estudo transversal, com população constituída de 811 mães de crianças menores de cinco meses de idade, selecionadas aleatoriamente em cinco unidades básicas de saúde (UBS) no Município do Rio de Janeiro, Brasil. A exposição de interesse central foi o local de nascimento da criança: Hospital Amigo da Criança (HAC), em vias de receber a titulação (EVHAC) e sem a titulação. Optou-se pelo modelo de análise de sobrevida log-log complementar, que recompõe a experiência longitudinal da coorte, caracterizando abordagem do tipo current status. Mesmo após o controle por variáveis sociodemográficas, relativas ao estilo de vida e aos aspectos psicossociais maternos, à utilização dos serviços de saúde, idade e saúde da criança, houve maior duração do AME em crianças nascidas em HAC e EVHAC. Os resultados sugerem a efetividade da IHAC na manutenção de AME nos primeiros meses de vida, reforçando a necessidade de ampliar sua cobertura para todo o território nacional.

Keywords : Aleitamento Materno; Serviços de Saúde; Efetividade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese