SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue8Semantic equivalence and internal consistency of the Brazilian Portuguese version of the Sociocultural Attitudes Towards Appearance Questionnaire-3 (SATAQ-3)Inter-sector social mobilization for dengue control in Bahia State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

CARDOSO, Jefferson Paixão et al. Aspectos psicossociais do trabalho e dor musculoesquelética em professores. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.8, pp. 1498-1506. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000800005.

Investigou-se a associação entre aspectos psicossociais do trabalho e queixas de dor musculoesquelética (DME) em professores. Um estudo censitário de corte transversal investigou 4.496 professores da rede municipal de ensino infantil e fundamental de Salvador, Bahia, Brasil. Informações sobre queixas de dor musculoesquelética em membros superiores, membros inferiores e dorso (variáveis dependentes), categorias do Modelo Demanda-Controle (variáveis independentes) e covariáveis foram coletadas num questionário padronizado autoaplicável. Análises de regressão logística multivariada revelaram que professores com trabalho de alta exigência apresentaram prevalência de DME mais elevada e professores em baixa exigência, prevalência mais baixa, em cada um dos três segmentos corporais estudados. Professores em trabalho ativo apresentaram prevalência de DME mais elevada do que professores em trabalho de baixa exigência, em membros superiores e dorso. Maiores taxas de prevalência de DME associaram-se à maior demanda psicológica nos três segmentos corporais e ao baixo controle sobre o trabalho em membros superiores, apenas.

Keywords : Sistema Musculosquelético; Dor; Docentes; Saúde do Trabalhador.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese