SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue11Food and Nutritional Surveillance System (SISVAN) in children from Rio Grande do Sul State, Brazil: coverage, nutritional status, and data reliabilityFinancial health and customer satisfaction in private health care providers in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

DIAS-DAME, Josiane L.; CESAR, Juraci A.  and  SILVA, Suele Manjourany. Tendência temporal de tabagismo em população urbana: um estudo de base populacional no Sul do Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.11, pp. 2166-2174. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011001100010.

Avaliou-se a tendência temporal da prevalência de tabagismo conforme renda familiar, idade e sexo entre indivíduos com 20 anos ou mais residentes em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Cinco inquéritos de base populacional utilizando-se de setores censitários foram realizados na cidade entre 2002-2010. Considerou-se tabagismo o consumo de um ou mais cigarros por dia há pelo menos um mês. A tendência temporal foi avaliada por meio do teste de qui-quadrado para tendência linear. Os cinco inquéritos realizados incluíram 15.136 indivíduos. Neste período, a prevalência total de tabagismo caiu de 28% (25,8-30,4) em 2002 para 21% (19,5-23,5) em 2010. Esta queda de 23% foi semelhante entre os sexos, mas muito diferente em relação à renda familiar. Quanto menor a renda familiar, maior a prevalência de tabagismo. Entre 2002-2010, a taxa de redução do tabagismo foi de 26% no menor quintil de renda e de 39% no maior. Apesar das reduções observadas, a prevalência de tabagismo ainda é elevada, indicando a necessidade de fortalecer medidas de controle voltadas principalmente aos indivíduos com menor renda.

Keywords : Tabagismo; Inquéritos Epidemiológicos; População Urbana; Prevalência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese