SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue11Financial health and customer satisfaction in private health care providers in BrazilRelative validity of a food-frequency questionnaire developed to assess food intake of schoolchildren living in the Brazilian Western Amazon author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

HERNANDEZ, Alessandra Rivero et al. Análise de tendências das taxas de mortalidade infantil e de seus fatores de risco na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, no período de 1996 a 2008. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.11, pp. 2188-2196. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011001100012.

Objetiva-se determinar as tendências de mortalidade infantil e de seus fatores de risco em Porto Alegre. Este é um estudo baseado nas informações do registro de nascidos vivos e de óbitos infantis no período de 1996-2008. Foi analisada a tendência temporal das taxas de mortalidade infantil (TMI) e de seus componentes, de acordo com a escolaridade materna, o número de consultas de pré-natal, idade materna, número de filhos vivos e mortos, sexo do recém-nascido, o tipo de parto, a idade gestacional, o peso de nascimento e o tipo de hospital. Foi utilizada a regressão sequencial de Poisson para estimar a influência da condição socioeconômica e os demais fatores de risco. A TMI decaiu entre os nascidos de mães com escolaridade inferior a 11 anos. Entre os nascidos de mães com 12 ou mais anos de escolaridade, não houve alterações significativas. A condição socioeconômica materna foi o fator que mais se associou à redução da mortalidade infantil. Contudo, a tendência de redução não atingiu todo o potencial devido ao aumento do baixo peso ao nascer.

Keywords : Mortalidade Infantil; Coeficiente de Mortalidade; Iniqüidade Social; Recém-Nascido de Baixo Peso.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese