SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue11A study on the construct validity of the Parent-Child Conflict Tactics Scale (CTSPC) in an urban population in Northeast BrazilAir pollution and pediatric hospital admissions due to respiratory diseases in Cubatão, São Paulo State, Brazil, from 1997 to 2004 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

SIMON, Aline Gabriela  and  BAPTISTA, Tatiana Wargas de Faria. O papel dos estados na política de saúde mental no Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.11, pp. 2227-2241. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011001100016.

Este artigo analisa o papel dos estados na política de saúde mental no Brasil no período de 1990 a 2009. A metodologia incluiu a aplicação de questionário eletrônico nas coordenações estaduais de saúde mental de 24 estados brasileiros, revisão documental e análise de base de dados oficiais. Os resultados obtidos apontaram que os estados utilizam várias estratégias e instrumentos na condução da política de saúde mental, principalmente no monitoramento e na prestação de serviços. No entanto, percebeu-se que os estados ainda não desenvolvem de forma sistemática as funções de planejamento, coordenação federativa e coordenação da atenção. O financiamento em saúde mental representa um dos grandes desafios para a gestão dessa área nos estados. Os achados deste estudo sugerem que a superação dos desafios relacionados à condução estadual da política de saúde mental depende da articulação entre governo federal, estados e municípios na elaboração de políticas que atendam à especificidade de cada região, da promoção de um planejamento participativo e de investimentos para o setor.

Keywords : Saúde Mental; Política de Saúde; Gestão em Saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese