SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue4Self-rated health in the elderly: a population-based study in Campinas, São Paulo, BrazilQuality of prenatal care: traditional primary care and Family Health Strategy units in a city in southern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

LEMOS, Adriana Torres de; SANTOS, Fábio Rosa dos  and  GAYA, Adroaldo Cezar Araujo. Hiperlordose lombar em crianças e adolescentes de uma escola privada no Sul do Brasil: ocorrência e fatores associados. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.4, pp. 781-788. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000400017.

A avaliação da postura corporal durante a infância e adolescência permite a detecção de alterações em fases iniciais e a adoção de medidas preventivas. Avaliou-se a ocorrência de hiperlordose lombar e fatores associados em 467 crianças e adolescentes de 10 a 16 anos de idade de uma escola de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A hiperlordose lombar foi definida como aumento da curvatura lombar avaliada por meio de fotografia. Verificou-se 78% de ocorrência da patologia. Os fatores positivamente associados a essa alteração postural foram sexo feminino (RP = 1,08; IC95%: 1,03; 1,13), força/resistência abdominal abaixo do percentil 20 (RP = 1,10; IC95%: 1,05; 1,15) e flexibilidade abaixo do percentil 20 (RP = 1,07; IC95%: 1,01; 1,12). A hiperlordose lombar se associou negativamente à mobilidade lombar (RP = 0,90; IC95%: 0,85; 0,96) e à estatura (RP = 0,995; IC95%: 0,99; 0,999). Estratégias efetivas que melhorem os níveis de aptidão física de escolares são necessárias, tendo em vista que baixos níveis de força e flexibilidade foram associados à hiperlordose lombar.

Keywords : Lordose; Postura; Fatores de Risco.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese