SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue6Personality factors as predictors of alcohol consumption by university studentsSpatial analysis of domestic violence against women from 2002 to 2005 in João Pessoa, Paraíba State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

VASCONCELOS, Luciana Correia Aragão de; PRADO JUNIOR, Raimundo Rosendo; TELES, João Batista Mendes  and  MENDES, Regina Ferraz. Autopercepção da saúde bucal de idosos de um município de médio porte do Nordeste brasileiro. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.6, pp. 1101-1110. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000600009.

Este estudo objetivou identificar a autopercepção da saúde bucal de idosos e investigar as variáveis associadas a essa autopercepção. Foram pesquisados 321 indivíduos, de 60 anos ou mais, funcionalmente independentes, residentes do Município de Parnaíba, Piauí, Brasil. Realizaram-se exames clínicos bucais e aplicaram-se formulários durante visitas domiciliares. Os idosos apresentaram precárias condições de saúde bucal, com média CPOD de 29,41, (DP = 4,10). A autopercepção da saúde bucal, medida pelo Geriatric Oral Health Assessment Index (GOHAI), no entanto, foi positiva, 52% dos idosos obtiveram escores altos no GOHAI. Resultados da análise multivariada demonstraram que os preditores da autopercepção foram necessidade de prótese superior, alterações em tecido mole e autoavaliação de saúde bucal. A preditora mais importante foi a autoavaliação de saúde bucal, com um peso de 20% na variação da autopercepção. Concluiu-se que a medida subjetiva relacionada à saúde bucal dos idosos está menos associada às situações clínicas que eles apresentam e mais ligada a outros fatores subjetivos.

Keywords : Saúde do Idoso; Saúde Bucal; Qualidade de Vida.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese