SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue8Musculoskeletal disorders among healthcare workers in Belo Horizonte, Minas Gerais State, BrazilAssociation between particulate matter air pollution and monthly inhalation and nebulization procedures in Ribeirão Preto, São Paulo State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

FERNANDES, Tiótrefis G. et al. Nível de escolaridade e dependência funcional em sobreviventes de acidente vascular cerebral isquêmico. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.8, pp. 1581-1590. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000800016.

Foi avaliada a dependência funcional em sobreviventes de acidente vascular cerebral (AVC) do Estudo da Mortalidade e Morbidade do Acidente Vascular Cerebral, utilizando a Escala de Rankin. De 355 sobreviventes com AVC isquêmico (idade média de 67,9 anos), 40% tinham dependência funcional em 28 dias e 34,4% em 6 meses. Os principais indicadores de dependência física foram identificados em 28 dias, e eram: baixa escolaridade (analfabetos vs. > 8 anos de educação, RC = 3,7; IC95%: 1,60-8,54) e localização do AVC (infarto circulação total anterior, RC = 16,9; IC95%: 2,93-97,49). Baixo nível educacional e insulto cerebral isquêmico influenciaram o grau de dependência funcional nesses sobreviventes de AVC. Nossos achados reforçam a necessidade de desenvolvimento de estratégias para reabilitação de pacientes com AVC e formulação de estratégias específicas de atenção e tratamento para essas pessoas, especialmente na população com baixo nível socioeconômico.

Keywords : Acidente Vascular Cerebral; Escolaridade; Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde).

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English