SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue8Association between particulate matter air pollution and monthly inhalation and nebulization procedures in Ribeirão Preto, São Paulo State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MUNIZ, Ludmila Correa et al. Tendência temporal de hipertensão arterial autorreferida em adultos: uma análise da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, 1998-2008. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.8, pp. 1599-1607. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000800018.

O estudo avaliou a tendência temporal de hipertensão arterial autorreferida no período de 1998 a 2008, em indivíduos acima de 20 anos, no Brasil. Foram analisados os dados de prevalência de hipertensão da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 1998, 2003 e 2008. A análise considerou a complexidade amostral e incluiu 203.419, 238.591 e 257.816 indivíduos nos anos de 1998, 2003 e 2008, respectivamente. A tendência de hipertensão foi descrita por sexo, renda domiciliar, macrorregiões do Brasil e zona de residência, e as prevalências foram ajustadas por idade. A prevalência de hipertensão foi de 12,5% em 1998, 13% em 2003 e 13,9% em 2008, com incremento anual de 1,07%. Maior aumento anual ocorreu na Região Sudeste (1,41%), entre homens (1,82%) e na zona urbana (1,15%). Observou-se crescimento nas prevalências de hipertensão em todos os quintis de renda e conforme aumento da idade. Conhecer a abrangência da hipertensão é fundamental para subsidiar ações preventivas e de controle para o problema, sobretudo entre os subgrupos mais expostos.

Keywords : Hipertensão; Adulto; Doença Crônica; Prevalência.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English