SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número9Physical and psychosocial risk factors for musculoskeletal disorders in Brazilian and Italian nurses índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Page  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Cadernos de Saúde Pública

versión impresa ISSN 0102-311X

Resumen

BOTLER, Judy; CAMACHO, Luiz Antonio Bastos  y  CRUZ, Marly Marques da. Fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito e hemoglobinopatias: questões de saúde pública para um programa de triagem neonatal brasileiro. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.9, pp. 1623-1631. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000900002.

Neste estudo, foi analisada a frequência de detecção do hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria e hemoglobinopatias no Programa de Triagem Neonatal do Estado do Rio de Janeiro, Brasil, entre 2005 e 2007. Havia dois Serviços de Referência em Triagem Neonatal (designados SRTN A e B) com diferenças programáticas. Em 2007, a cobertura alcançou 80,7%. O aumento na incidência do hipotireoidismo congênito (1:1.030 em 2007) foi atribuído à redução no valor de corte do TSH ao longo do tempo. As incidências discrepantes da fenilcetonúria entre os modelos (SRTN A - 1:28.427; SR-TN B - 1:16.522) podem ser parcialmente explicadas pelo pequeno número de casos. A incidência da doença falciforme e do traço falcêmico foi uniformemente elevada (1:1.288 e 1:21, respectivamente), sendo coerente com a composição étnica da população. As diferenças nos métodos laboratoriais e valores críticos, além de outras questões programáticas, podem explicar a variabilidade nos resultados e limitar a análise do papel dos determinantes biológicos e ambientais sobre a ocorrência das doenças.

Palabras llave : Triagem Neonatal; Fenilcetonúrias; Hipotireoidismo Congênito; Hemoglobinopatias.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés