SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número9Treinta años de homicidios en Medellín, Colombia, 1979-2008Association between physical violence, consumption of alcohol and other drugs, and bullying among Brazilian adolescents índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

versión impresa ISSN 0102-311X

Resumen

ANDRADE, Gisele Nepomuceno de; PIMENTA, Adriano Marçal; SILVA, Débora Arreguy  y  MADEIRA, Anézia Moreira Faria. Eventos adversos pós-vacinação contra influenza pandêmica A (H1N1) 2009 em crianças. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.9, pp. 1713-1724. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000900010.

O objetivo do estudo foi estimar a frequência e os fatores associados à ocorrência de eventos adversos pós-vacinação contra a influenza pandêmica A (H1N1) 2009 em crianças com idade entre seis meses e dois anos. Participaram do estudo 156 crianças. Modelos multivariados de regressão de Cox foram construídos para avaliar a associação independente de cada covariável e a queixa de pelo menos um evento adverso. A força da associação foi medida pela hazard ratio e seus respectivos intervalos de 95% de confiança. Após a primeira dose, foi relatado algum tipo de evento adverso por 40,3% dos participantes e, após a segunda, por 35,5%. Os eventos sistêmicos foram mais frequentes que os locais, destaque para irritabilidade, diarreia e febre. As incidências de eventos adversos, no geral e sistêmicos, após a primeira dose, foram maiores nas crianças com doença concomitante/alergia em relação àquelas sem o agravo (HR = 3,43; IC95%: 1,34-8,77 e HR = 2,76; IC95%: 1,11-6,89). A maioria dos eventos foi de intensidade leve. Febre alta, vômito e diarreia motivaram a busca por serviços de saúde.

Palabras clave : Vírus da Influenza A Subtipo H1N1; Vacinas; Efeitos Adversos; Criança.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués (pdf) Portugués (epdf)