SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número10Prevenção de doenças em idosos: os equívocos dos atuais modelos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Page  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

ROSA, Maria Inês da et al. Tratamento de doença periodontal e risco de parto prematuro: revisão sistemática e metanálise . Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.10, pp. 1823-1833. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012001000002.

Os eventos que levam à prematuridade ainda não são completamente compreendidos. Foi realizada uma revisão sistemática quantitativa para avaliar os efeitos do tratamento de doença periodontal durante a gravidez para prevenir o nascimento prematuro e baixo peso ao nascer. A metanálise incluiu estudos randomizados de grávidas com diagnóstico de doença periodontal antes de 20 semanas de gestação. O risco relativo (RR) com intervalos de 95% de confiança (IC95%) foi calculado. Avaliou-se os desfechos prematuridade e baixo peso ao nascer. Foram incluídos 13 estudos, comparando 3.576 mulheres em grupos de intervenção com 3.412 mulheres que receberam tratamento habitual. A metanálise mostrou uma redução não significativa nos partos prematuros (RR = 0,90; IC95%: 0,68-1,19) e baixo peso ao nascer (RR = 0,92; IC95%: 0,71-1,20). O gráfico de funil revelou clara evidência de viés de publicação. Em resumo, o tratamento periodontal em mulheres grávidas não pode ser considerado uma forma eficiente de reduzir a incidência de parto prematuro ou baixo peso ao nascer.

Palavras-chave : Doenças Periodontais; Nascimento Prematuro; Recém-Nascido de Baixo Peso; Revisão; Metanálise.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês