SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número10História prévia de realização de teste de Papanicolaou e câncer do colo do útero: estudo caso-controle na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, BrasilEsporotricose urbana: epidemia negligenciada no Rio de Janeiro, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Page  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

BARBOSA-BRANCO, Anadergh; BULTMANN, Ute  e  STEENSTRA, Ivan. Benefícios auxílio-doença devido a transtornos mentais no Brasil: associações em um estudo de base-populacional. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.10, pp. 1854-1866. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012001000005.

Este estudo visa determinar a prevalência e a duração dos benefícios auxílio-doença devidos à doença mental e sua associação com atividade econômica, sexo, idade, relação com o trabalho, e reposição salarial. Estudaram-se os benefícios auxílio-doença por doença mental concedidos no Brasil em 2008. Analisou-se a associação entre benefícios auxílio-doença e sexo, idade, atividade econômica, relação com o trabalho e reposição salarial. Doença mental representou 10.7% do total de benefícios auxílio-doença em 2008, com prevalência de 45,1/10 mil trabalhadores. A prevalência e a duração dos benefícios auxílio-doença foram maiores e mais longos entre trabalhadores ≥ 40 anos de idade; mulheres tiveram prevalência 73% maior do que homens, mas com menor duração. As prevalências variaram amplamente entre atividade econômica, sendo esgoto, saúde da família e rádio e televisão aquelas com as maiores taxas. A relação com o trabalho foi caracterizada em 8,5% dos benefícios. Doença mental mostrou baixa relação com o trabalho, mas com ampla variação na prevalência e na duração dos benefícios auxílio-doença em relação à idade, sexo e atividade econômica, sugerindo que as condições de trabalho constituem fator mais importante para incapacidade do que o presumido.

Palavras-chave : Transtornos Mentais; Previdência Social; Depressão; Trabalho.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês