SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 suppl.Socioeconomic status, toothbrushing frequency, and health-related behaviors in adolescents: an analysis using the PeNSE databaseEpidemiological profile of emergency care for dental and oral injuries in Brazil, 2006-2007 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

PERES, Marco A. et al. Desigualdades contextuais e individuais da prevalência de dor dentária em adultos e idosos no Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, suppl., pp. s114-s123. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012001300012.

O objetivo deste estudo foi conhecer a prevalência de dor dentária e fatores associados em adultos e idosos residentes nas capitais brasileiras usando os dados do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL), de 2009 (n = 54.367). Dor dentária foi a variável dependente. Macrorregião, idade, sexo, raça, escolaridade, posse de plano de saúde, tabagismo e consumo de refrigerantes foram as variáveis exploratórias. Foram realizadas regressões de Poisson multinível. A prevalência de dor dentária foi de 15,2%; Macapá e São Luís apresentaram prevalências maiores que 20% enquanto em todas as capitais do Sul e Sudeste, em Cuiabá, Campo Grande, Maceió, Recife e Natal foram encontradas prevalências menores que 15%. Residentes no Norte e Nordeste, mulheres, pretos e pardos, aqueles que não possuem plano de saúde, tabagistas e consumidores de refrigerantes apresentaram as maiores prevalências de dor dentária. A dor dentária é um problema de saúde pública que deve ser monitorado pelos sistemas de vigilância em saúde.

Keywords : Odontalgia; Inquéritos Epidemiológicos; Inquéritos de Saúde Bucal; Saúde Bucal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese