SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 issue6Clinical manifestations of dengue hemorrhagic fever in Puerto Rico, 1990-1991HIV risk perception, risk behavior, and seroprevalence among female commercial sex workers in Georgetown, Guyana author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Panamericana de Salud Pública

On-line version ISSN 1680-5348Print version ISSN 1020-4989

Abstract

SILVA, Ligia Maria Vieira da; FORMIGLI, Vera Lúcia; CERQUEIRA, Macius Pontes  and  KRUCHEVSKY, Leonardo. Coberturas vacinais superestimadas? Novas evidências a partir do inquérito de Pau da Lima. Rev Panam Salud Publica [online]. 1997, vol.1, n.6, pp.444-450. ISSN 1680-5348.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49891997000600004.

Com o objetivo de avaliar a cobertura vacinal em crianças de 0 a 5 anos, um estudo transversal com base em inquérito domiciliar foi realizado em 1992 no Distrito Sanitário de Pau da Lima, Salvador, Bahia, Brasil, através do recurso à técnica de amostragem por conglomerados. Foram sorteadas 30 microáreas homogêneas no que diz respeito às características socioeconômicas. Informações sobre o estado vacinal de 385 crianças foram obtidas a partir da verificação do cartão de vacinação e da senha de campanha, ou, na ausência destes, a partir da informação verbal da mãe ou responsável. A cobertura vacinal encontrada foi de 70% para a vacina antipólio; de 56% para a vacina tríplice; de 74% para a vacina anti-sarampo; e de 87% para a BCG, considerando-se as diversas fontes de informação em todas as faixas etárias. Estes resultados indicam uma possível superestimação das taxas obtidas a partir de registros rotineiros dos serviços de saúde e das campanhas. Os autores discutem as implicações das baixas coberturas encontradas em todas as faixas etárias e, mais acentuadamente, entre menores de 1 ano.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )