SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 issue1Health conditions in a population living near a waste recycling plant in MexicoGenetic epidemiology: an expanding scientific discipline author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

DIOTAIUTI, Liléia; AZEREDO, Bernardino Vaz de Melo; BUSEK, Solange Cristina Uber  and  FERNANDES, Alexandre José. Controle do Triatoma sordida no peridomicílio rural do município de Porteirinha, Minas Gerais, Brasil. Rev Panam Salud Publica [online]. 1998, vol.3, n.1, pp. 21-25. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49891998000100004.

O Triatoma sordida é uma espécie predominantemente peridomiciliar e, atualmente, a mais capturada no Brasil. Para melhor compreender a resposta deste triatomíneo às atividades de controle, uma pesquisa de infestação triatomínica foi realizada em outubro de 1993 em 12 localidades rurais do município de Porteirinha, MG, Brasil. Foram capturados 772 exemplares de T. sordida, dos quais 3,6% estavam infectados pelo Trypanosoma cruzi. Dentre as 406 unidades domiciliares pesquisadas, 34,9% estavam infestadas. Dos 695 ecótopos peridomiciliares estudados, 27,6% foram positivos para a presença de T. sordida. O estudo revelou um peridomicílio simples, com poucos ecótopos positivos por unidade domiciliar e baixa densidade triatomínica (colônias de no máximo cinco insetos). O estudo constatou uma associação entre presença de triatomíneos e ecótopos de madeira: 72,8% dos triatomíneos foram capturados neste tipo de ecótopo. Entre as unidades domiciliares positivas, 62,9% ficavam próximas do ambiente silvestre (12 a 299 m); 92,3% dos ecótopos infestados ficavam a menos de 20 m das casas. O censo de animais peridomiciliares revelou que as galinhas correspondiam a 82,7% dos animais. As unidades domiciliares infestadas foram imediatamente borrifadas com deltametrina (25 mg i.a./m2). Novas pesquisas de infestação foram feitas 7 meses (pesquisa 2) e 1 ano (pesquisa 3) após a borrifação. Na pesquisa 2 o número de triatomíneos correspondeu a 52,5% da população original e, na pesquisa 3, a 79,1% da mesma. A redução do número de triatomíneos capturados na pesquisa 2 incidiu principalmente sobre as ninfas. A grande proporção de adultos capturados nessa ocasião confirma a existência de apenas um ciclo anual do T. sordida na região. Na pesquisa 3 o aumento do número de ninfas demonstrou crescimento desta população, utilizando-se da grande disponibilidade de galinhas para alimentação. Apesar das dificuldades de borrifação e da baixa permanência do inseticida no peridomicílio, a existência de apenas um ciclo anual do triatomíneo e a lentidão na reconstituição da população original sugerem que uma borrifação anual é suficiente para controle do T. sordida. Maior eficiência poderá ser obtida com a eliminação dos esconderijos, através da substituição do material usado na construção dos anexos, principalmente a madeira.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese