SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 issue6Occurrence of Cryptosporidium oocysts and Giardia cysts in water supplies of San Pedro Sula, HondurasInfluenza virus epidemiological surveillance in Argentina, 1987-1993, with molecular characterization of 1990 and 1993 isolates author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

ROSSI, Lídia Aparecida; BARRUFFINI, Rita de Cássia de P.; GARCIA, Telma R.  and  CHIANCA, Tânia C. M.. Queimaduras: características dos casos tratados em um hospital escola em Ribeirão Preto (SP), Brasil. Rev Panam Salud Publica [online]. 1998, vol.4, n.6 ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49891998001200007.

As queimaduras são um problema de saúde significativo no Brasil. Contudo, até hoje, existem poucos dados disponíveis para orientar programas de tratamento e prevenção. Com o intuito de preencher esta lacuna, o presente estudo examina os tipos de acidentes e as características dos 138 pacientes que sofreram queimaduras e foram internados na unidade de queimados do Hospital Escola da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto, estado de São Paulo, Brasil, entre novembro de 1991 e dezembro de 1993. A partir do prontuário dos pacientes, foram coletados dados sobre idade, sexo, área do corpo afetada pela queimadura, profundidade e extensão da queimadura, agente causador e circunstância em que ocorreram as queimaduras. Do total de casos, 71% ocorreram na casa da vítima e 50% envolveram crianças. A água fervente foi responsável por 59% dos acidentes entre as crianças com menos de 3 anos; o álcool utilizado em casa foi responsável por 40% dos acidentes com crianças entre 7 e 11 anos, o grupo mais atingido entre os pacientes pediátricos. Entre os adultos, os pacientes com idade ente 20 e 39 anos foram os mais atingidos (23%); destes, 84% eram do sexo masculino. Dezessete por cento do número total de casos envolveu adultos do sexo masculino em situações de trabalho. Os pacientes adultos do sexo feminino queimaram-se em situações domésticas (67%) e tentativas de suicídio (33%). Setenta e cinco por cento dos pacientes que tentaram o suicídio através da queimadura eram do sexo feminino. As estratégias para redução da incidência do trauma térmico deveriam atender a dois pontos principais: a eliminação de fatores de risco no próprio ambiente e a implementação de programas educativos, veiculados principalmente através de meios de comunicação como o rádio e a televisão.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese