SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue6Socioeconomic position and health in a population of Brazilian elderly: the Bambuí Health and Aging Study (BHAS)Drug consumption and health equity in the Metropolitan Area of Buenos Aires, Argentina author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

DIOGO, Maria José D'Elboux. Satisfação global com a vida e determinados domínios entre idosos com amputação de membros inferiores. Rev Panam Salud Publica [online]. 2003, vol.13, n.6, pp. 395-399. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892003000500008.

OBJETIVO: Em idosos com amputação de membros inferiores, atendidos no ambulatório de amputados de um hospital universitário do Município de Campinas, São Paulo, Brasil, identificar relações entre a satisfação global com a vida e a capacidade funcional; avaliar o grau de satisfação com os domínios saúde, capacidade física/dependência, capacidade mental e integração/envolvimento social; e identificar relações entre a satisfação global com a vida e a satisfação com os domínios. MÉTODOS: Foram avaliados 40 idosos (30 homens e 10 mulheres), com idade média de 74,5 anos (60 a 79 anos), submetidos à amputação acima dos maléolos há no mínimo 1 ano e em acompanhamento para reabilitação entre junho de 1994 e junho de 1999. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi composto por: 1) avaliação da capacidade funcional (índice de Barthel); 2) avaliação da satisfação global com a vida (modelo de Cantrill); e 3) avaliação da satisfação com os domínios saúde, capacidade física/dependência, capacidade mental e integração/ envolvimento social, em termos individuais e em comparação com outros idosos. RESULTADOS: Os participantes apresentaram elevado nível de satisfação global com a vida (média de 7,1; mediana de 7,5; desvio padrão de 2,73). Não houve correlação significativa entre a satisfação global com a vida e a capacidade funcional. Não houve diferença significativa entre o grau de satisfação individual com os diferentes domínios e a percepção desses domínios na comparação com outras pessoas da mesma idade; em ambos os casos, a satisfação observada foi alta. Houve correlação significativa apenas entre a satisfação global com a vida e os domínios saúde (individual e comparada) e capacidade física (comparada). CONCLUSÕES: Os resultados sugerem uma tendência dos idosos com amputação a expressarem uma avaliação positiva sobre seu bem-estar. Esta observação, aliada à escassez de estudos sobre o assunto, justifica a realização de novas pesquisas sobre o bem-estar subjetivo da população idosa e permite um novo olhar sobre a reabilitação dos idosos com amputação de membros inferiores.

Keywords : Reabilitação; idoso; amputação; qualidade de vida.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese