SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue5The reduction in maternal mortality in Chile, 1990­2000Chagas cardiomyopathy and serologic testing in a small rural hospital in Chiapas, Mexico author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

OLINTO, Maria Teresa Anselmo  and  MOREIRA FILHO, Djalma de Carvalho. Estimativa de aborto induzido: comparação entre duas metodologias. Rev Panam Salud Publica [online]. 2004, vol.15, n.5, pp. 331-336. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892004000500008.

OBJETIVO: Comparar duas metodologias, o método da urna e o método das questões indiretas, para estimar a freqüência de aborto induzido em estudos de base populacional. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 3 002 mulheres de 15 a 49 anos residentes na zona urbana da Cidade de Pelotas, Brasil. As mulheres foram selecionadas através de amostragem de multi-estágios. As questões sobre aborto induzido foram aplicadas utilizando uma das duas metodologias. RESULTADOS: Dentre as mulheres entrevistadas com o método da urna, 7,2% relataram ter induzido pelo menos um aborto, enquanto que para aquelas entrevistadas com o método das questões indiretas esse valor foi de 3,8%. A razão entre os dois métodos foi de 1,89 (IC 95%: 1,39 a 2,60; P <0,001). Ao final da vida reprodutiva (45 a 49 anos) 12% haviam induzido aborto, segundo o método da urna. Os principais motivos para as mulheres terem provocado aborto foram ter dificuldades econômicas, ser muito jovem ou ser solteira. Aproximadamente a metade das mulheres que relataram aborto através do método da urna tinha utilizado procedimentos inseguros, sendo que 13% utilizaram misoprostol. CONCLUSÃO: O método da urna mostrou-se adequado para estudar a freqüência de aborto induzido ou outros temas que possam gerar sub-relato por parte dos entrevistados, principalmente em amostras de base populacional. É provável que a alteração na formulação da pergunta sobre aborto (por exemplo, eliminar a palavra "filho") poderia aumentar a sensibilidade do método da urna para detectar a ocorrência de aborto induzido.

Keywords : Aborto induzido; epidemiologia; metodologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese