SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1Tiredness and sleepiness in bus drivers and road accidents in Peru: a quantitative studyTuberculosis along the United States-Mexico border, 1993-2001 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

RIBEIRO, Karla Danielly da Silva  and  DIMENSTEIN, Roberto. Níveis de retinol no leite materno ao início e final da mamada. Rev Panam Salud Publica [online]. 2004, vol.16, n.1, pp. 19-22. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892004000700003.

OBJETIVO: Determinar os níveis de retinol no leite materno ao início e ao final da mamada. MÉTODOS: Em 2003, foram entrevistadas 30 nutrizes atendidas na Maternidade Escola Januário Cicco, Estado do Rio Grande do Norte, Brasil, entre 24 horas e 15 dias após o parto. A coleta de leite foi realizada no período da tarde, por expressão manual de uma mama reservada 2 horas antes, sendo retirados 4 mL de leite (2 mL ao início e 2 mL ao fim da mamada). O retinol foi determinado por cromatografia líquida de alta eficiência. Para a análise estatística utilizou-se o teste t de Student. RESULTADOS: As concentrações médias de retinol nas amostras de leite coletadas ao início e ao fim de uma mesma mamada foram 69,3 ± 41,4 µg/100 mL e 111,6 ± 79,2 µg/100mL, respectivamente, e foram estatisticamente diferentes (P = 0,012). CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que o leite ao final da mamada proporciona maior ingestão de vitamina A. Assim, é importante orientar as mães a não interromperem as mamadas e a não limitarem a expressão manual apenas ao leite inicial. Além disso, é importante padronizar o momento da coleta de leite para permitir a comparação entre resultados de diferentes estudos sobre esse tema.

Keywords : Aleitamento materno; lactente; vitamina A.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese