SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue3The mental health status of Mayan refugees after repatriation to GuatemalaA new DTPw-HB/Hib combination vaccine for primary and booster vaccination of infants in Latin America author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

BARROS, Eliana Nogueira Castro de  and  SILVA, Eliete Maria. Vigilância epidemiológica do sarampo e da rubéola no Município de Campinas (SP), Brasil: confiabilidade dos dados. Rev Panam Salud Publica [online]. 2006, vol.19, n.3, pp. 172-178. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892006000300005.

OBJETIVO: Avaliar e validar as informações sobre o sarampo e a rubéola existentes no Sistema Nacional de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) em Campinas, tomando como referência os dados do Sistema de Vigilância Sindrômica de Febre e Exantema (VigiFEx), que funcionou paralelamente ao SINAN no período de maio de 2003 a junho de 2004. MÉTODO: Foram comparados os dados anuais do SINAN de 1999 a 2003 e os dados do SINAN e do VigiFEx para o período de junho de 2003 a maio de 2004. Analisou-se o preenchimento dos campos número, data e município da notificação (variáveis chaves), nome da doença, data dos primeiros sintomas, nome do paciente, data de nascimento e idade, sexo e município de residência, data da investigação, antecedentes vacinais, presença de exantema, data de início do exantema e presença de febre; e casos suspeitos em gestantes, sinais e sintomas, data da coleta da primeira amostra, resultados, coleta de isolamento viral, classificação final, critério de confirmação/descarte, diagnóstico do caso descartado, evolução do caso e data de encerramento. Também foi analisada a concordância dos casos registrados entre as bases de dados. RESULTADOS: Foram identificadas 211 suspeitas de sarampo ou rubéola na base VigiFEx e 275 na base SINAN 12 meses. Todos os casos registrados apresentaram dados completos em relação às variáveis chaves. Os campos nome do paciente, agravo ou doença e município de residência também tiveram 100% de preenchimento. Mais de 95% de preenchimento foi observado para data de investigação, vacina contra o sarampo, vacina contra o sarampo e a rubéola e vacina contra a rubéola. As demais variáveis vacinais (número de doses e data da última dose) apresentaram elevados percentuais de não-preenchimento, assim como as variáveis exantema, febre e data de início do exantema. Houve inconsistência entre os sistemas, principalmente em relação às variáveis sobre antecedentes epidemiológicos, dados clínicos e conclusão do caso. Os dados do VigiFEx apresentaram melhor qualidade. CONCLUSÕES: É preciso avaliar rotineiramente os sistemas de informação de vigilância, imunização e laboratório para garantir a confiabilidade dos dados, de forma que possam embasar o planejamento de ações em saúde.

Keywords : Qualidade de dados; rubéola; sarampo; sistemas de informação; vigilância epidemiológica; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese