SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue4Sexually transmitted infections and private physicians in Peru, 2003Arsenic in drinking water in the Los Altos de Jalisco region of Mexico author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

FERREIRA, Aline et al. Soroepidemiologia da hepatite B e C em índios Kaingang do Sul do Brasil. Rev Panam Salud Publica [online]. 2006, vol.20, n.4, pp. 230-235. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892006000900003.

OBJETIVO: Investigar a prevalência de infecção pelo vírus da hepatite B e C na população indígena Kaingang da reserva de Mangueirinha, no Estado do Paraná, Brasil. MÉTODO: A presença dos marcadores sorológicos anti-HBc, anti-HBs, AgHBs e anti-VHC foi investigada em amostras de sangue de 214 voluntários (81 do sexo masculino e 133 do sexo feminino) usando técnicas imunoenzimáticas. Os participantes responderam a um questionário sobre os aspectos sociodemográficos, as condições de vida, os hábitos e o histórico de doenças e de vacinação. RESULTADOS: A média de idade foi de 29,85 anos (1 a 90 anos). Foi observada uma positividade de 71,02% para o marcador anti-HBs e de 15,42% para o anti-HBc. Nenhum caso foi positivo para o marcador AgHBs. Somente um participante, uma mulher de 30 anos, apresentou positividade para anti-VHC. CONCLUSÃO: Os resultados mostram baixa prevalência de infecção pelo VHB e pelo VHC na população Kaingang estudada. A alta prevalência de anti-HBs nas faixas etárias mais baixas indica uma boa abrangência da imunização ativa artificial. Na população adulta, é provável que a imunidade contra o VHB tenha sido adquirida principalmente de forma natural, pelo contato com o vírus.

Keywords : Brasil; hepatite B [epidemiologia]; hepatite C [epidemiologia]; saúde da população indígena.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese