SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4Potential cost-effectiveness of vaccination for rotavirus gastroenteritis in eight Latin American and Caribbean countriesThe relationship between socioeconomic factors and maternal and infant health programs in 13 Argentine provinces author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

COSTA, Marcos; ACCIOLY JUNIOR, Horácio; OLIVEIRA, José  and  MAIA, Eulália. Estresse: diagnóstico dos policiais militares em uma cidade brasileira. Rev Panam Salud Publica [online]. 2007, vol.21, n.4, pp. 217-222. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892007000300004.

OBJETIVOS: Diagnosticar a ocorrência e a fase de estresse em policiais militares da Cidade de Natal, Brasil, além de determinar a prevalência de sintomatologia física e mental. MÉTODO: Estudo descritivo, com corte transversal. Foi investigada uma amostra de 264 indivíduos extraída de uma população de 3 193 militares do Comando de Policiamento da Capital. Os dados foram coletados entre junho de 2004 e janeiro de 2005 utilizando-se o Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp. Foi determinada a presença de estresse, a fase de estresse (alerta, resistência, quase-exaustão, exaustão), a prevalência de sintomas físicos e mentais e a relação entre estresse e unidade policial, posto policial, sexo, hábito de beber, fumo, escolaridade, estado civil, idade, tempo de serviço e faixa salarial. RESULTADOS: A proporção de policiais sem sintomas de estresse foi de 52,6%, enquanto que 47,4% apresentaram sintomatologia. Dos 47,4% com estresse, 3,4% encontravam-se na fase de alerta, 39,8% na fase de resistência, 3,8% na fase de quase-exaustão e 0,4% na fase de exaustão. Sintomas psicológicos foram registrados em 76,0% dos policiais com estresse, e sintomas físicos, em 24,0%. Das variáveis investigadas, a única que apresentou relação com estresse foi o sexo (P = 0,0337), sendo as mulheres as mais afetadas. CONCLUSÃO: Os níveis de estresse e de sintomas não indicaram um quadro de fadiga crítico. É recomendável uma ação preventiva por parte da organização policial, que poderia incluir a aplicação de um programa de diagnóstico, orientação e controle do estresse.

Keywords : Estresse; polícia; saúde mental; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese