SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue1Control of type 2 diabetes mellitus among general practitioners in private practice in nine countries of Latin AmericaChlamydia trachomatis in the conjunctiva of children living in three rural areas in Mexico author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

SOAREZ, Patrícia Coelho de; KOWALSKI, Clarissa Campos Guaragna; FERRAZ, Marcos Bosi  and  CICONELLI, Rozana Mesquita. Tradução para português brasileiro e validação de um questionário de avaliação de produtividade. Rev Panam Salud Publica [online]. 2007, vol.22, n.1, pp. 21-28. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892007000600003.

OBJETIVO: Traduzir para português brasileiro, adaptar culturalmente e avaliar as propriedades psicométricas, a confiabilidade e a validade do questionário sobre limitações no trabalho (Work Limitations Questionnaire, WLQ). MÉTODOS:O presente estudo transversal e observacional foi realizado no Hospital São Paulo/Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo, Brasil. Os dados de 150 indivíduos empregados no momento do estudo foram obtidos utilizando o WLQ, o SF-36 (questionário genérico de avaliação de qualidade de vida) e o SRQ-20 (usado para triagem de transtornos mentais). O WLQ apresenta 25 itens agrupados em quatro domínios: gerência de tempo, demanda física, demanda mental-interpessoal e demanda de produção. Os questionários foram administrados por entrevista para indivíduos sem escolaridade superior completa e auto-administrados para indivíduos com escolaridade superior. A estatística descritiva foi utilizada para caracterizar a amostra. Para avaliar a confiabilidade (consistência interna, teste-reteste e consistência inter e intra-observador), foram calculados o coeficiente de correlação intraclasse e o alfa de Cronbach. O coeficiente de correlação de Pearson foi utilizado para aferir a validade da construção. RESULTADOS: A idade média dos entrevistados (64,7% do sexo feminino) foi de 37,6 ± 9,6 anos. O tempo médio na função ocupada no momento da entrevista foi de 8,6 ± 8,3 anos; 60,7% estavam satisfeitos com o emprego e 94,0% não tinham faltado ao trabalho nas 2 semanas anteriores à coleta. A perda média de produtividade registrada foi de 4,2%. A confiabilidade interobservador foi significativa e alta (entre 0,600 e 0,800) ou muito alta (0,800 a 1,000) em todos os domínios, com exceção de demanda física (r = 0,497, confiabilidade moderada). A confiabilidade intra-observador não foi significativa nos domínios gerência de tempo e demanda física. As correlações significativas encontradas para a confiabilidade intra-observador foram moderadas (r = 0,400 a 0,600). A consistência interna foi muito alta (alfa de Cronbach de 0,800 a 1,000). Observou-se correlação significativa entre gerência de tempo, demanda mental-interpessoal, demanda de produção e o índice do WLQ e todos os domínios do SF-36. Também houve correlação significativa entre os domínios gerência de tempo, demanda mental-interpessoal, demanda de produção e resultado positivo (escore > 7) no questionário SRQ-20. CONCLUSÃO: A versão do WLQ em português brasileiro é uma medida válida e confiável e pode ser útil para medir o impacto de problemas de saúde sobre a produtividade de trabalhadores brasileiros.

Keywords : Confiabilidade e validade; eficiência; estudos de validação; saúde do trabalhador; Work Limitations Questionnaire; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese