SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue4The increase of diabetes mortality burden among Brazilian adultsInjury in the Americas: the relative burden and challenge author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

GONCALVES, Helen et al. Fatores socioculturais e nível de atividade física no início da adolescência. Rev Panam Salud Publica [online]. 2007, vol.22, n.4, pp. 246-253. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892007000900004.

OBJETIVO: Descrever o nível de atividade física de adolescentes nascidos em 1993 em Pelotas (Brasil) e avaliar o efeito de variáveis socioculturais sobre o nível de atividade física. MÉTODOS: Utilizamos uma combinação de duas abordagens metodológicas, a epidemiológica e a etnográfica. No estudo epidemiológico, 4 452 adolescentes nascidos em 1993 foram entrevistados. O nível de atividade física foi avaliado através de questionário. Foram classificados como sedentários os adolescentes com menos de 300 minutos por semana de atividade física. O estudo etnográfico incluiu 69 adolescentes, selecionados aleatoriamente entre todos os participantes da coorte. Foram realizadas, em média, três entrevistas aprofundadas (uma a cada 6 meses), separadamente com as mães e os adolescentes. RESULTADOS: A prevalência de sedentarismo foi de 48,7% (IC95%: 46,5 a 50,8) nos meninos e 67,5% (IC95%: 65,6 a 69,5) nas meninas (P < 0,001). A variável independente que apresentou a associação mais forte com o nível de atividade física foi o número de vezes por semana que o adolescente encontrava amigos fora do ambiente escolar. O estudo etnográfico mostrou que os meninos têm mais apoio social e familiar para a realização de atividades físicas na adolescência e que muitos pais atribuem o mau desempenho escolar ao tempo gasto na rua. CONCLUSÕES: Este estudo sugere que a atividade física é muitas vezes considerada como concorrente dos valores familiares na adolescência. É importante que essa noção seja foco de estudos adicionais e que seja trabalhada junto às famílias para que a atividade física possa ser adotada como um hábito cultural.

Keywords : Adolescente; atividade física; estilo de vida; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese