SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue6Trends in mortality from drowning, Mexico, 1979-2005Participatory development of descriptors for evaluation of violence and accident prevention centers in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Panamericana de Salud Pública

On-line version ISSN 1680-5348Print version ISSN 1020-4989

Abstract

DESLANDES, Suely Ferreira; MINAYO, Maria Cecília de Souza  and  LIMA, Maria Luiza Carvalho de. Atendimento de emergência às vítimas de acidentes e violências no Brasil. Rev Panam Salud Publica [online]. 2008, vol.24, n.6, pp.430-440. ISSN 1680-5348.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892008001200007.

OBJETIVO: Analisar os êxitos, lacunas, problemas e potencialidades da aplicação da Política Nacional de Redução de Morbimortalidade por Acidentes e Violências (PNRMAV) no Brasil quanto à atenção hospitalar de emergência e urgência. MÉTODOS: De 2004 a 2007, uma pesquisa foi realizada em quatro capitais e no Distrito Federal. Os seguintes aspectos foram investigados: existência de padronização de condutas de atendimento às vítimas de acidentes e violências; oferta e adequação de leitos de terapia intensiva (adulta e pediátrica); capacitação dos profissionais para o atendimento; existência de articulação intersetorial para melhor atendimento às vítimas; e estruturação e organização dos serviços de atendimento hospitalar. A operacionalização incluiu uma fase exploratória, trabalho de campo, análise e divulgação dos dados. Para a análise, foram utilizados métodos quantitativos (freqüências simples e relativas) e qualitativos (análise de interações entre conteúdos manifestos e inferências de conteúdos latentes nos depoimentos e anotações de campo). RESULTADOS: O estudo revelou resultados positivos associados à implantação da PNRMAV e permitiu identificar os seguintes pontos de atenção: 1) necessidade de investimento na resolutividade dos serviços de atenção básica, 2) importância de se fortalecer e articular a rede de urgência e emergência, 3) relevância dos investimentos em equipamentos adequados e sua manutenção no ritmo exigido pelos atendimentos e 4) necessidade de investimentos na formação permanente de profissionais. CONCLUSÕES: Os sucessos parciais alcançados pela implantação da PNRMAV mostram que é possível incluir o tema da violência e dos acidentes na pauta da saúde pública e atuar com estratégias em diferentes níveis a favor da vida.

Keywords : Acidentes; medicina de emergência; políticas públicas de saúde; violência; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )