SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue6Trends in mortality from drowning, Mexico, 1979-2005Participatory development of descriptors for evaluation of violence and accident prevention centers in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

DESLANDES, Suely Ferreira; MINAYO, Maria Cecília de Souza  and  LIMA, Maria Luiza Carvalho de. Atendimento de emergência às vítimas de acidentes e violências no Brasil. Rev Panam Salud Publica [online]. 2008, vol.24, n.6, pp. 430-440. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892008001200007.

OBJETIVO: Analisar os êxitos, lacunas, problemas e potencialidades da aplicação da Política Nacional de Redução de Morbimortalidade por Acidentes e Violências (PNRMAV) no Brasil quanto à atenção hospitalar de emergência e urgência. MÉTODOS: De 2004 a 2007, uma pesquisa foi realizada em quatro capitais e no Distrito Federal. Os seguintes aspectos foram investigados: existência de padronização de condutas de atendimento às vítimas de acidentes e violências; oferta e adequação de leitos de terapia intensiva (adulta e pediátrica); capacitação dos profissionais para o atendimento; existência de articulação intersetorial para melhor atendimento às vítimas; e estruturação e organização dos serviços de atendimento hospitalar. A operacionalização incluiu uma fase exploratória, trabalho de campo, análise e divulgação dos dados. Para a análise, foram utilizados métodos quantitativos (freqüências simples e relativas) e qualitativos (análise de interações entre conteúdos manifestos e inferências de conteúdos latentes nos depoimentos e anotações de campo). RESULTADOS: O estudo revelou resultados positivos associados à implantação da PNRMAV e permitiu identificar os seguintes pontos de atenção: 1) necessidade de investimento na resolutividade dos serviços de atenção básica, 2) importância de se fortalecer e articular a rede de urgência e emergência, 3) relevância dos investimentos em equipamentos adequados e sua manutenção no ritmo exigido pelos atendimentos e 4) necessidade de investimentos na formação permanente de profissionais. CONCLUSÕES: Os sucessos parciais alcançados pela implantação da PNRMAV mostram que é possível incluir o tema da violência e dos acidentes na pauta da saúde pública e atuar com estratégias em diferentes níveis a favor da vida.

Keywords : Acidentes; medicina de emergência; políticas públicas de saúde; violência; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese