SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue4Causes of visual loss and their risk factors: an incidence summary from the Barbados Eye StudiesGeometric coding and cluster analysis to assess metabolic control of patients with type 2 diabetes mellitus author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

SILVA, Diego Ricardo Xavier; IGNOTTI, Eliane; SOUZA-SANTOS, Reinaldo  and  HACON, Sandra de Souza. Hanseníase, condições sociais e desmatamento na Amazônia brasileira. Rev Panam Salud Publica [online]. 2010, vol.27, n.4, pp. 268-275. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892010000400005.

OBJETIVO: Analisar a associação entre indicadores sociais e ambientais e o coeficiente de detecção de hanseníase (CDH) na Amazônia brasileira. MÉTODOS: Neste estudo ecológico, foram selecionados os registros de casos novos de hanseníase no ano de 2006 da base de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) e calculados os CDHs por 10 000 habitantes. As análises foram realizadas considerando-se 105 microrregiões formadas por municípios adjacentes com semelhanças econômicas e sociais. As variáveis independentes foram área total (km2) desmatada nas microrregiões até 2006; proporção de residentes em domicílios com fossa rudimentar; proporção de residentes em domicílios abastecidos com água de poço; e índice de desenvolvimento humano (IDH) do ano de 2000. O coeficiente CDH foi suavizado pelo método Bayesiano empírico local. As análises foram conduzidas por meio de correlação e diferenças de médias (ANOVA) com nível de significância de 5%. A técnica de Kernel foi utilizada para investigar a distribuição geográfica dos eventos de interesse para todos os indicadores analisados. RESULTADOS: Verificou-se correlação positiva dos CDHs com o total de área desmatada (r = 0,50; P < 0,000) e a proporção de domicílios com fossa rudimentar (r = 0,49; P < 0,000). O IDH apresentou comportamento inverso ao CDH - quanto maior o IDH, menor o CDH (r = -0,36; P < 0,000). A variável proporção de domicílios com abastecimento de água de poço não apresentou associação com o CDH quando analisada toda a região. CONCLUSÕES: O coeficiente de detecção de hanseníase, que representa a magnitude da doença, está associado aos indicadores de condições de vida e ao modo de ocupação territorial da Amazônia.

Keywords : Hanseníase; condições sociais; desmatamento; desigualdades em saúde; saúde ambiental; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese