SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue6Direct immunofluorescence assay performance in diagnosis of the Influenza A(H1N1) virusRocky Mountain spotted fever in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

BARROS, Monica Bastos de Lima et al. Esporotricose: a evolução e os desafios de uma epidemia. Rev Panam Salud Publica [online]. 2010, vol.27, n.6, pp. 455-460. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892010000600007.

A ocorrência de esporotricose em animais e sua transmissão ao ser humano têm sido relatadas em diversos países. Contudo, em nenhum lugar a doença assumiu proporções epidêmicas, envolvendo pessoas e gatos, como no Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Dados preliminares apontam para aproximadamente 2200 casos humanos diagnosticados até dezembro de 2009. No Laboratório de Pesquisa Clínica em Dermatozoonoses em Animais Domésticos foram atendidos, até essa data, aproximadamente 3244 gatos. A distribuição geográfica mostra concentração de casos na região metropolitana da Cidade do Rio de Janeiro. O grupo mais acometido são as mulheres de baixo nível socioeconômico, com idade de 40 a 59 anos, que realizam atividades domésticas. O itraconazol foi a droga de primeira escolha para o tratamento. Embora a esporotricose normalmente não acometa órgãos além da pele, mucosa e subcutâneo, tem um custo social indireto - pelo absenteísmo ao trabalho, pelo sofrimento durante a doença ativa e pelo aspecto desagradável das lesões cicatriciais. Por sua vez, nos gatos, é comum o acometimento sistêmico, levando a formas graves de difícil tratamento e evolução para o óbito. Considerando que o tempo de tratamento dos animais é maior do que nos seres humanos, tratar gatos com esporotricose tem sido um dos maiores entraves e permanece como o grande desafio para o controle da epidemia.

Keywords : esporotricose; zoonoses; transmissão; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese