SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue3Feasibility of community-based health insurance in rural tropical EcuadorA road traffic injury surveillance system using combined data sources in Peru author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

CAZOLA, Luiza Helena de Oliveira et al. Atendimentos a brasileiros residentes na fronteira Brasil-Paraguai pelo Sistema Único de Saúde. Rev Panam Salud Publica [online]. 2011, vol.29, n.3, pp. 185-190. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892011000300006.

OBJETIVO: Identificar e analisar as características dos atendimentos realizados no Sistema Único de Saúde (SUS) a brasileiros residentes no exterior em Ponta Porã, Coronel Sapucaia, Paranhos e Sete Quedas, municípios fronteiriços de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. MÉTODOS: Os dados foram colhidos durante 30 dias através de um formulário para cada atendimento efetuado. Foram estudados todos os serviços de saúde do SUS disponíveis nos quatro municípios (14 unidades básicas de saúde da família, quatro unidades básicas de saúde, cinco hospitais e quatro laboratórios). Também foram realizadas entrevistas semiestruturadas com informantes-chave (secretários de saúde, gerentes das unidades de saúde e representantes do conselho municipal de saúde). RESULTADOS: Constatou-se que a maior demanda de atendimentos a brasileiros não residentes no País foi nos serviços de atenção básica: 11,9% nas unidades básicas de saúde da família de Coronel Sapucaia, 1,1% nas de Sete Quedas, 3,5% em Paranhos e 3,5% em Ponta Porã. Nas unidades básicas de saúde, o percentual foi de 21,1, 43,8, 14,7 e 2,3%, respectivamente. As entrevistas confirmaram a percepção de que existe um número importante de brasileiros que moram no exterior recebendo atenção pelo SUS nessas cidades. CONCLUSÕES: Uma proporção considerável de brasileiros não residentes no País busca atendimento pelo SUS nos municípios brasileiros. Entretanto, essa demanda não é considerada no planejamento dos serviços e pode causar impacto na qualidade da atenção prestada.

Keywords : Áreas de fronteira; Sistema Único de Saúde; serviços de saúde; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese