SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue3Application of the intrinsic estimator to breast cancer mortality ratesPatterns and predictors of current cigarette smoking in women and men of reproductive age-Ecuador, El Salvador, Guatemala, and Honduras author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

COSTA, Ana Maria Magalhães et al. Avaliação de impacto da ONG Refazer no tratamento médico de crianças em risco social. Rev Panam Salud Publica [online]. 2011, vol.30, n.3, pp. 231-239. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892011000900007.

OBJETIVO: Avaliar o impacto das ações de apoio ao tratamento médico de crianças em risco social realizadas pela Organização Não Governamental Refazer. MÉTODOS: Foi realizado um estudo longitudinal com 77 pacientes do Rio de Janeiro em tratamento no Instituto Fernandes Figueira e apoiados pela Refazer. O período de avaliação foi de dois anos, sendo um anterior e outro na vigência da intervenção (apoio da ONG). Foram comparados o percentual de internação, o tempo médio, a gravidade, a utilização de tecnologia, número e condições clínicas de consultas ambulatoriais. RESULTADOS: Os indicadores relacionados às internações identificaram mudanças ocorridas durante a intervenção. Houve uma redução do tempo médio e do percentual de internação. As patologias mais frequentes foram as malformações congênitas e anomalias cromossômicas e as doenças do sistema nervoso. Estas doenças e a HIV/AIDS mostraram-se mais prevalentes no grupo de crianças que continuou apresentando o desfecho internação mesmo após receber o apoio da ONG. CONCLUSÕES: A análise dos indicadores mostrou que os resultados estão adequados à missão da ONG e a população assistida apresenta um perfil que se beneficia com a inserção na rede de apoio social. Apesar da impossibilidade em se afirmar que os benefícios encontrados são exclusivos das ações da ONG, desenvolveu-se uma avaliação de adequação simples e de fácil aplicação pelas próprias ONGs, o que representa um avanço na direção da institucionalização de avaliações pelas ONGs que atuam na saúde.

Keywords : Organizações não governamentais; avaliação de programas e projetos de saúde; criança; hospitalização; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese