SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue2Registration of work-related diseases, injuries, and complaints in Aruba, Bonaire, and CuraçaoPredictive factors for repetition of the tuberculin test after a nonreactive test in patients with HIV/AIDS author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Panamericana de Salud Pública

Print version ISSN 1020-4989

Abstract

CARNEIRO, Angélica Cotta Lobo Leite et al. Educação para a promoção da saúde no contexto da atenção primária. Rev Panam Salud Publica [online]. 2012, vol.31, n.2, pp. 115-120. ISSN 1020-4989.  http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892012000200004.

OBJETIVO: Investigar se as práticas educativas realizadas nas unidades básicas de saúde de Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, Brasil, atendem aos princípios da promoção da saúde. MÉTODOS: Este estudo descritivo analisou 33 práticas educativas de promoção da saúde para verificar se eram pautadas por cinco princípios, utilizados como categoria de análise: multicausalidade do processo saúde-doença, intersetorialidade, participação social, sustentabilidade e utilização de métodos dialógicos (participação ativa do sujeito na prática educativa, condução da prática de forma a proporcionar a construção do conhecimento e utilização de diferentes estratégias de ensino). A técnica utilizada foi a observação estruturada. Determinou-se a frequência de cada uma dessas categorias nas práticas avaliadas. RESULTADOS: A multicausalidade do processo saúde-doença foi a categoria mais incorporada às práticas educativas (73,0%), enquanto a intersetorialidade foi a menos incorporada (9,0%). Quanto ao uso de métodos dialógicos, 38,0% das práticas promoveram a participação ativa do sujeito, 6,0% proporcionaram a construção do conhecimento e 40,0% utilizaram diferentes estratégias de ensino. CONCLUSÕES: A maioria das práticas educativas não estava orientada ativamente em direção à promoção da saúde no sentido de fortalecimento da autonomia na gestão dos processos de saúde, da participação social e do emprego de abordagens dialógicas de ensino. Entretanto, observam-se movimentos de ruptura em relação aos modelos de educação hegemônicos na atenção primária.

Keywords : Educação em saúde; promoção da saúde; atenção primária à saúde; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese