SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 issue2Governing tensions in the health action as a permanent challenge of some managerial strategiesEvaluating health care decentralization author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

CECILIO, Luiz Carlos de Oliveira. Autonomia versus controle dos trabalhadores: a gestão do poder no hospital. Ciênc. saúde coletiva [online]. 1999, vol.4, n.2, pp. 315-329. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81231999000200007.

O artigo enfoca a temática do poder nas organizações de saúde, em particular no hospital, dando ênfase à sempre presente tensão entre controle versus autonomia no seu processo de gestão. Examina-se, em particular, a hipótese de modelos de gestão democráticos e participativos, com forte publicização da vida institucional, estarem sendo vistos como controlistas pelos trabalhadores, o que seria um aparente paradoxo com seu discurso de criação de autonomia. A criação de múltiplos dispositivos ou contextos de negociação, nos quais se encontram e se confrontam as múltiplas racionalidades organizacionais, é apontada como alternativa para uma gestão radicalmente democrática, apoiada na idéia de que nenhum macroator (a direção ou o governo) tem o poder de imprimir a racionalidade da organização, sem enfrentar um complexo, permanente e dialógico processo de negociação que envolveria todos os atores organizacionais.

Keywords : Poder; Controle; Autonomia; Gestão; Organização.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese