SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 issue2Health planning and management: methodological flexibility and communicative actionManagement, planning and assessment of science and technology policies: time to review? author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

TRAVASSOS, Claudia; NORONHA, José Carvalho de  and  MARTINS, Mônica. Mortalidade hospitalar como indicador de qualidade: uma revisão. Ciênc. saúde coletiva [online]. 1999, vol.4, n.2, pp. 367-381. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81231999000200011.

Este artigo visa a discutir as principais questões metodológicas relacionadas à mortalidade hospitalar como indicador de qualidade. Variações nos valores deste indicador se devem a inúmeros fatores, associados ao doente e à doença, que devem ser examinados para que possamos utilizá-lo como medida de desempenho. Presença de comorbidades e a gravidade do caso estão associadas à chance de morrer . Aspectos metodológicos, relevantes para a construção deste indicador, incluem a qualidade das fontes de dados, o intervalo de tempo no qual elas são calculadas e os diferentes tipos de agregação. São discutidos diversos modelos, tanto para classificação da gravidade, quanto para o ajuste das taxas de mortalidade entre serviços. São examinados ainda modelos explicativos para a variação de mortalidade. Conclui-se que nas condições em que a morte não é um evento raro, o emprego de taxas de mortalidade hospitalar representa uma ferramenta útil para indicar serviços com eventuais problemas de qualidade.

Keywords : Qualidade; Avaliação de Serviços de Saúde; Indicadores de Desempenho; Mortalidade Hospitalar; Ajuste de Taxas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese