SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 issue2Tuberculosis through the century: canonic icons and signs of the fight against the diseaseWorking in public health in the Brazilian hinterland: memories of a generation of sanitarians (1930-1970) author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

NARVAI, Paulo Capel. Cárie dentária e flúor: uma relação do século XX. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2000, vol.5, n.2, pp. 381-392. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232000000200011.

No início do século XX a cárie dentária era um problema de saúde pública, na maior parte do planeta. As populações conviviam com infecção, dor, sofrimento e mutilação. A descoberta do efeito preventivo do flúor o transformou, ao longo do século, no principal agente utilizado no enfrentamento da doença em todo o mundo. Em vários países e também no Brasil produtos fluorados têm sido apontados como os principais responsáveis pelo declínio observado na prevalência da cárie. No Brasil, estudos pioneiros realizados nos anos 50 e 60 corroboraram a eficácia preventiva da fluoretação das águas. No período 1986-1996, com 42% da população recebendo água fluoretada, a queda na prevalência da cárie entre crianças de 12 anos de idade foi de 53%. Além da água fluoretada também os dentifrícios são, no presente, amplamente utilizados como veículos para uso do flúor em saúde pública. Neste artigo são abordados aspectos históricos do emprego de flúor, algumas características epidemiológicas da cárie dentária no Brasil, e as perspectivas da continuidade do uso de produtos fluorados nas próximas décadas.

Keywords : Cárie Dentária; Índice CPO-D; Fluoretação da Água; Dentifrício; Vigilância Sanitária.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese