SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue3 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

CARVALHO, Antônio Ivo; BODSTEIN, Regina Cele; HARTZ, Zulmira  and  MATIDA, Álvaro Hideyoshi. Concepções e abordagens na avaliação em promoção da saúde. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2004, vol.9, n.3, pp. 521-529. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232004000300002.

Demandas e tensões em torno do uso de evidências em políticas públicas (evidence-based policy - EBP), como parte de uma gestão orientada por resultados, indicam muitas vezes um distanciamento entre as concepções e a natureza complexa das intervenções de promoção da saúde. Este artigo parte dos desafios associados ao campo conceitual da Promoção da Saúde e das exigências de "provas" de efetividade e de eficiência com que têm se confrontado gestores, avaliadores e agentes locais, no desenvolvimento de ações intersetoriais em saúde. São apontadas as limitações dos ensaios epidemiológicos na avaliação de políticas sociais e utiliza-se de argumentos relacionados às "teorias de mudança" com vistas a discutir a relação dos constructs no modelo das intervenções das políticas sociais e fundamentar a "análise da contribuição" de seus efeitos. Revisões sistemáticas do tipo realist synthesis são enfocadas devido sua capacidade de realçar marcos teóricos de um programa específico, explicando os mecanismos subjacentes de ação comuns aos diferentes programas e/ou contextos. Argumenta-se que a explicitação das mudanças sociais esperadas requer processos colaborativos, considerando o conjunto dos atores envolvidos (bottom-up) no processo de desenvolvimento e na avaliação das intervenções.

Keywords : Avaliação de programas; Promoção da saúde; Políticas baseadas em evidência.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English