SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue3Empowerment and participatory evaluation: lessons from a territorial health promotion programAnalysis of health promotion social programs developed under adverse structural conditions author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

CARVALHO, Sérgio Resende. As contradições da promoção à saúde em relação à produção de sujeitos e a mudança social. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2004, vol.9, n.3, pp. 669-678. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232004000300018.

Realizo um estudo que tem como objetivo analisar o modelo teórico-conceitual da promoção à saúde - e nela a formulação canadense - buscando refletir sobre o posicionamento desse projeto em relação aos temas da produção da saúde, do sujeito e da mudança social. Após assinalar a pluralidade de opiniões encontráveis na literatura sobre promoção, o trabalho discute o significado e as conseqüências do uso das categorias "risco" e "empowerment" junto com a Nova Promoção à Saúde/Nova Saúde Pública. Concluo pela necessidade de cautela na incorporação dos princípios e estratégias de promoção à saúde ao SUS uma vez que eles podem "significar tudo para todos" e, exatamente por isso, podem servir a proposições comprometidas com o status quo e, paradoxalmente, a projetos socialmente transformadores. Para que a última tendência se consolide, sugiro ser fundamental para a realidade brasileira reafirmar "a saúde como um direito e um dever do Estado", propondo como caminho para a efetivação de uma Promoção à Saúde "Saudável" a utilização do conceito de "empowerment comunitário".

Keywords : Autonomia; Qualidade de vida; Saúde pública; Promoção à saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese