SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue3The research about human aging in Brazil: researchers, themes, and tendenciesHealth work and research: notes on the invisibility of technical work author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

SCHRAMM, Fermin Roland. A moralidade da prática de pesquisa nas ciências sociais: aspectos epistemológicos e bioéticos. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2004, vol.9, n.3, pp. 773-784. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232004000300028.

O artigo enfoca, de um duplo ponto de vista, o objeto de estudo específico das pesquisas em ciências sociais que envolvem indivíduos e populações humanas: o ponto de vista epistemológico e o ponto de vista bioético. Aplica, em particular, este duplo ponto de vista às pesquisas em ciências sociais no Brasil, referindo-as à prática descritiva, normativa e protetora desenvolvida pelo sistema avaliador representado pelo conjunto Comitês de Ética em Pesquisa (CEPs) e Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Destaca, também, algumas dificuldades inerentes ao papel de avaliador, quando confrontado com a especificidade do objeto em exame, e contingentes às resistências dos investigadores em ciências sociais quando seus projetos de pesquisa são avaliados de acordo com uma normativa estabelecida a partir de modelos referentes à moralidade das pesquisas biomédicas. Por fim, propõe adotar um modelo de bioética baseado na tríplice tarefa descritiva, prescritiva e protetora, chamado bioética da proteção.

Keywords : Bioética da proteção; Ciências sociais; Comitês de Ética em Pesquisa; Epistemologia; Pesquisa com seres humanos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese