SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4Subjectivity as anomaly: epistemological contributions for a criticism of the biomedical modelGender differentials and health impacts in the teaching profession author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

VASCONCELLOS, Luiz Carlos Fadel de  and  PIGNATI, Wanderlei Antonio. Medicina do Trabalho: subciência ou subserviência? Uma abordagem epistemológica. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2006, vol.11, n.4, pp. 1105-1115. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232006000400031.

O artigo traz ao debate um tema inquietante na área de saúde do trabalhador, qual seja, o papel do médico do trabalho, no contexto de uma mudança de paradigma das políticas dirigidas às relações saúde-trabalho, a partir do advento do Sistema Único de Saúde. Buscando ater-se às questões epistemológicas de ser ou não a medicina uma ciência, analisa-se o papel da Medicina do Trabalho neste contexto, dentro de uma breve análise histórica de seu desenvolvimento, sua apropriação pela lógica dos sistemas produtivos e sua trajetória institucional, desde o surgimento do primeiro médico de fábrica. Conclui-se pela interpretação de que a Medicina do Trabalho não atende aos postulados éticos e científicos que se requer historicamente da medicina e de suas especialidades médicas, entendendo aquela como prática subserviente a outras variáveis, hegemônicas e não científicas. Além disto, remete o debate às contradições conceituais que envolvem a construção da área de saúde do trabalhador no Brasil.

Keywords : Medicina do Trabalho; Saúde do trabalhador; Ciência médica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese