SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 suppl.Violence in Venezuela: oil rent and political crisisThe effects of the armed conflict on the life and health in Colombia author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

HUGO, Spinelli et al. Mortes e crimes cometidos com armas de fogo na Cidade Autônoma de Buenos Aires, 2002. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2006, vol.11, suppl., pp. 1235-1246. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232006000500013.

Resumo A violência se constitui em um dos problemas mais graves da América Latina. O uso de pequenas e leves armas de fogo é considerado o principal responsável por esse fato. O objetivo do presente trabalhoé descobrir, a partir de dados do setor de saúde, justiça e polícia, o número de mortes e crimes envolvendo armas de fogo ocorridos na cidade de Buenos Aires, em 2002. Os dados sobre mortalidade e crimes foram obtidos dos Sistemas Nacionais de Estatísticas Vitais e Informação Criminal, e os dados sobre apreensão de armas de fogo foram disponibilizados pela Polícia Federal Argentina.Utilizaram-se também dados de uma investigação anterior, realizada por meio de entrevistas domiciliares a respeito de vitimização por armas de fogo. Durante o período, ocorreram 1.304 mortes violentas, das quais 23,7% foram provocadas por armas de fogo. Dos 171 indiciamentos policiais por homicídio doloso, 60% haviam sido cometidos com armas de fogo. Das 2.108 pessoas entrevistadas, 6,7% haviam sido vítimas de crimes cometidos com arma de fogo. Foram apreendidas 1.887 armas de fogo. A taxa de eventos violentos registrados foi maior nas delegacias da zona sudoeste da cidade, que se caracteriza por condições de vida mais precárias. O impacto da violência e sua relação com armas de fogo constituemse em um tema relevante da agenda pública.

Keywords : Violência; Armas de fogo; Homicídio; Ação intersetorial; Mapeamento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese