SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 suppl.Firearm-related deaths and crime in the autonomous city of Buenos Aires, 2002The inclusion of violence in the health agenda: historical trajectory author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

FRANCO, Saúl et al. Efeitos do conflito armado sobre a vida e a saúde na Colômbia. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2006, vol.11, suppl., pp. 1247-1258. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232006000500014.

O presente trabalho trata das conseqüências do conflito armado interno (CAI) que a Colômbia tem vivido durante as últimas quatro décadas. Começa identificando o contexto e o momento atual do conflito. A seguir, são descritas algumas das formas, expressões e conseqüências do conflito armado interno, com maior impacto sobre a vida, a qualidade de vida, a saúde e as doenças da população e sobre os serviços de saúde no país. Especial ênfase é dada às altas taxas de mortalidade por homicídio, ao fenômeno do deslocamento forçado pela violência, aos seqüestros e às minas antipessoais. Entre os grupos populacionais mais afetados, destacam-se homens jovens, mulheres, crianças e as minorias étnicas indígenas e afrodescendentes. Esta análise também se refere ao sério problema das contínuas infrações da Lei Internacional Humanitária e aos ataques contra a Missão Médica, assim como às conseqüências negativas do conflito sobre a prestação de serviços de saúde. Para concluir, são feitos alguns comentários gerais sobre a situação descrita e dadas algumas sugestões para o estudo do problema e possíveis ações partindo do setor saúde.

Keywords : Violência na Colômbia; Conflito armado interno; Causas externas; Serviços de saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese