SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue1 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

MIRANDA, Ary Carvalho de; MOREIRA, Josino Costa; CARVALHO, René de  and  PERES, Frederico. Neoliberalismo, uso de agrotóxicos e a crise da soberania alimentar no Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2007, vol.12, n.1, pp. 7-14. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232007000100002.

A adoção do modelo político neoliberal pelos países da América Latina entre o final da década de 1980 e o início da década de 1990 configurou, entre tantos outros impactos, uma mudança significativa no processo de produção agrícola, com claro incentivo à agroindústria de exportação, sobretudo aquela baseada em monoculturas latifundiárias (soja, milho, algodão etc.). Tal mudança, cujo mote principal era o aumento da produtividade agrícola, foi suportada, em grande parte, pelo implemento de novas tecnologias de produção, em especial uma série de agentes químicos utilizados tanto para o controle e o combate a pragas quanto para o estímulo do crescimento de plantas e frutos. O impacto do uso extensivo e indiscriminado destes agentes para as atuais e futuras gerações de trabalhadores é incalculável, assim como é difícil dimensionar os danos ambientais e sociais associados. No presente artigo, é discutido o papel do uso de agrotóxicos na produção agrícola, contextualizando o panorama da produção agrícola nacional e regional e as decorrências - econômicas, sociais, ambientais e sanitárias - das políticas neoliberais voltadas para o campo.

Keywords : Agrotóxicos; Neoliberalismo; Produção agrícola; Trabalho rural.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese