SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue1A review of nitrates in drinking water: maternal exposure and adverse reproductive and developmental outcomesInactive dumps in Santa Catarina´s carboniferous area: analysis of risks to the public health and the environment author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

BARATA, Martha Macedo de Lima; KLIGERMAN, Débora Cynamon  and  MINAYO-GOMEZ, Carlos. A gestão ambiental no setor público: uma questão de relevância social e econômica. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2007, vol.12, n.1, pp. 165-170. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232007000100019.

Este texto apresenta uma discussão a respeito da necessidade de implantar um sistema de gestão ambiental nos órgãos da administração pública. Efetua-se breve descrição de práticas gerenciais de empresas de setores variados que assumem o compromisso de estabelecer a melhor relação possível entre atividade empresarial, meio ambiente e necessidades humanas presentes e futuras. Expõem-se alguns argumentos de caráter econômico, referentes aos benefícios obtidos por iniciativas privadas que adotaram critérios de ecoeficiência que, em si, seriam suficientes para justificar a implantação de uma política efetiva de gestão ambiental nas instituições públicas. Destaca-se a relevância da criação da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), que pretende instaurar uma nova cultura institucional, visando à mobilização dos servidores para a otimização dos recursos, para o combate ao desperdício e para a busca de uma melhor qualidade do ambiente de trabalho. Evidencia-se que para o êxito e efetivação da agenda será decisivo o grau de engajamento do próprio servidor e de seus dirigentes.

Keywords : Gestão ambiental; Administração pública; Ecoeficiência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese