SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue1The silent itinerary of people with HIV told through oral history author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

MOREIRA, Rafael da Silveira; NICO, Lucélia Silva  and  TOMITA, Nilce Emy. A relação entre o espaço e a saúde bucal coletiva: por uma epidemiologia georreferenciada. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2007, vol.12, n.1, pp. 275-284. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232007000100031.

A importância do meio-ambiente sobre a saúde das pessoas é uma preocupação antiga do ser humano. Dos textos hipocráticos aos dias de hoje, o conceito de espaço permitiu e permite diferentes representações e formas de apreensão. Superando a concepção natural do espaço apenas como um ambiente inerte e passivo, a visão de um espaço geográfico socialmente construído, tanto como um receptor dos processos sociais quanto como o próprio ativador destes processos, torna-se cada vez mais relevante na compreensão dos fenômenos envolvidos no processo saúde-doença. Neste sentido, a epidemiologia se apresenta como um referencial privilegiado na articulação entre os elementos lugar-tempo-pessoas. Este ensaio reflexivo busca explorar as relações estabelecidas entre o espaço (social e geográfico) e a Saúde Bucal Coletiva, destacando o papel do território na reprodução das iniqüidades em saúde e a necessidade do desenvolvimento de pesquisas que abordem o espaço como elemento constitutivo do processo saúde-doença bucal. Aproximando-se do que poderia ser chamado de uma epidemiologia georreferenciada, a expressão espacial dos eventos de saúde-doença bucal e dos atores envolvidos neste processo fortalece a importância do território (e suas várias significações) para a Saúde Bucal Coletiva.

Keywords : Saúde Bucal; Epidemiologia; Sistemas de Informação Geográfica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese