SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue2The federal government discourse during the political decentralization process and the obstacles to implement the Brazilian Public Health Care System author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

MUNOZ SANCHEZ, Alba Idaly  and  BERTOLOZZI, Maria Rita. Pode o conceito de vulnerabilidade apoiar a construção do conhecimento em Saúde Coletiva?. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2007, vol.12, n.2, pp. 319-324. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232007000200007.

O termo vulnerabilidade tem sido usado freqüentemente na literatura científica, especialmente após a década de 80, em vários estudos epidemiológicos, principalmente focalizado para a perspectiva de risco. Este artigo tem por objetivo apresentar uma revisão sobre o conceito de vulnerabilidade, a partir de um estudo sistemático em periódicos de circulação nacional e internacional, para subsidiar o conhecimento e a prática da Saúde Coletiva. Apresenta, ainda, como no Brasil esse conceito tem sido revisitado, incorporando questões que sustentam a dimensão estrutural da realidade, articulando-a às necessidades que emanam do plano singular, que se refere aos usuários de saúde/pacientes e suas respectivas famílias. A importância de se estudar o conceito de vulnerabilidade reside no fato de que pode embasar as práticas de saúde, neste caso de Saúde Coletiva, integrando os planos relativos aos indivíduos, aos programas e às políticas de saúde.

Keywords : Vulnerabilidade; Saúde coletiva; Fatores de risco.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese