SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue2Connections between fiscal federalism and the funding of the Brazilian health care policyTime in mental illness according to Nise da Silveira author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

MENEGHIM, Marcelo de Castro et al. Classificação socioeconômica e sua discussão em relação à prevalência de cárie e fluorose dentária. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2007, vol.12, n.2, pp. 523-529. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232007000200028.

OBJETIVO: avaliar a relação entre classificação socioeconômica e a prevalência de cárie e fluorose dentária em Piracicaba, São Paulo,Brasil. MÉTODOS: A classificação foi baseada na seleção de cinco indicadores (renda familiar mensal, número de pessoas residentes na mesma moradia, grau de instrução dos pais, tipo de habitação e profissão do responsável pela família), buscando-se por sistema de pontuação hierarquizar 812 escolares na idade de 12 anos em até seis classes sociais distintas. Para a determinação da prevalência de cárie e fluorose dentária, os voluntários foram examinados no pátio das escolas, sob luz natural e com espelho bucal, por dois examinadores previamente calibrados para os índices CPO-D (WHO,1997) e T-F (Thylstrup & Fejerskov, 1978). O teste qui-quadrado (p<0,01) foi utilizado na análise estatística para a associação do CPO-D e da fluorose entre as variáveis socioeconômicas e entre as classes sociais propostas. RESULTADOS: Piracicaba apresentou média do CPO-D de 1,7, enquanto que em 31,4%, das crianças encontrou-se fluorose (T-F31). CONCLUSÃO: em relação à classe socioeconômica, verificou-se associação estatisticamente significante somente com a cárie dentária.

Keywords : Fator socioeconômico; Cárie dentária; Fluorose dentária; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese