SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue3Francisca Praguer Fróes: medicine, gender and power in the trajectories of a Bahian woman doctor (1872-1931)Source of funding and results of studies of health effects of mobile phone use: systematic review of experimental studies author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

COSTA, Ediná Alves; FERNANDES, Tania Maria  and  PIMENTA, Tânia Salgado. A vigilância sanitária nas políticas de saúde no Brasil e a construção da identidade de seus trabalhadores (1976-1999). Ciênc. saúde coletiva [online]. 2008, vol.13, n.3, pp. 995-1004. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232008000300021.

Neste artigo, pretendemos analisar o processo de conformação da Vigilância Sanitária no país entre 1976, quando foi criada a Secretaria Nacional de Vigilância Sanitária, e 1999, ano de implantação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O foco central do estudo é direcionado à inserção da área nas políticas de saúde e as alterações na concepção dos serviços que assume nova conotação e passa de "fiscalização" para "vigilância". O reconhecimento da importância da vigilância sanitária no campo mais amplo da Saúde Coletiva, assim como a especificidade de seus trabalhadores, constituem pontos de destaque nesta reflexão. Estudos mais recentes acerca do tema começam a desvendar um campo complexo de saberes e práticas, quase invisível nas políticas de saúde e raramente abordado entre as temáticas da Saúde Coletiva, propiciando novas perspectivas para a área.

Keywords : História da vigilância sanitária; Saúde coletiva; Trabalhadores em saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese