SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 suppl.2The knowledge of chagasic patients about their disease: collective construction of a research instrument and test of its applicabilityHealth surveillance in a city in the south of Brazil: implantation of the descentralization and effectiveness of the actions author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

SOARES, Ana Helena Rotta; MOREIRA, Martha Cristina Nunes  and  MONTEIRO, Lúcia Maria Costa. A qualidade de vida de jovens portadores de espinha bífida brasileiros e norte-americanos. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2008, vol.13, suppl.2, pp. 2215-2223. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232008000900026.

A pesquisa tem como objetivo explorar a qualidade da vida de jovens portadores de espinha bífida em duas culturas, brasileira e norte-americana, norteada pelo conceito de qualidade de vida. O estudo, de caráter qualitativo, utilizou entrevistas semi-estruturadas e grupos focais em duas unidades de saúde especializadas no tratamento de jovens com espinha bífida, uma no Brasil e a segunda nos Estados Unidos. Os discursos dos jovens em questão refletem a necessidade de categorias mais englobantes que não remetam a uma pulverização da experiência de vida. Os resultados tornam evidente uma estrutura de desigualdade nas interações mistas e demonstram que o estigma se encontra presente em todas as dimensões da vida dos sujeitos, interferindo na inserção social, construção subjetiva, e auto-estima do jovem. Foram identificados dois campos de referência para a noção de qualidade de vida: (1) o micropolítico, que se refere aos valores, visões, crenças e expectativas sociais construídos a partir dos encontros face a face; e (2) o macropolítico, que diz respeito ao espaço público, ao âmbito da democracia dos direitos humanos.

Keywords : Qualidade de vida; Estigma; Adolescência; Espinha bífida.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese